MEUS ANJOS ADORADOS


MEUS ANJOS ADORADOS


Amiguinhos adorados


Para Interagir Conosco, Clique Na Imagem.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Anjos - O namorado de Dona Evelina


Quem conhecia Dona Evelina, não dizia que ela tinha 72 anos. Cabelos grisalhos desde os 40 era conhecido como o seu charme, ela costumava dizer que Deus havia pintado o seu cabelo para sempre. Casara com Dagoberto muito cedo e apesar de terem a mesma idade, todos diziam que Dona Evelina parecia mais nova do que ele. Ele era dono de um famoso restaurante do Rio de Janeiro e ela apenas o ajudava na administração de tudo com o único filho do casal, Estevão. Quando completaram 51 anos de casados viajaram por todo o Brasil, conheceram Portugal e o Egito. No outro dia quando chegaram de viagem Dagoberto passou mal e chegou a falecer. Engana-se quem pensa que Dona Evelina deixou-se abater. Acreditava em vida após a morte e sabia que o destino de Dagoberto seria bom, pela pessoa que foi em vida. Depois da missa do sétimo dia do marido, Dona Evelina desfez de tudo o que pertencia a ele. Trocou móveis do apartamento, derrubou paredes, pintou paredes, mudou quadros e não queria nada que lembrasse o marido falecido. Decorou a casa com arranjos florais, passou a organizar jantares com amigas, entrou na academia e se matriculou em um curso de informática. O que Dona Evelina queria mesmo era viver a vida. Com um único filho já casado e agora viúva, nada poderia detê-la a ficar em casa oprimida. Passou a ir com mais frequência a praia com as amigas, para o cinema, para a sorveteria e passou a amar navegar na internet. E foi pela internet que Dona Evelina conheceu Ugo, um rapaz de 34 anos, sobrinho de uma amiga dela. Descobriu que Ugo era solteiro e trabalhava como arquiteto. Marcaram de se encontrar e depois de um tempo em segredo, perceberam que já estavam se gostando e namorando. 

- Amanhã, vou te apresentar ao meu filho Estevão. Ele vai te adorar. 

Ugo estava radiante, finalmente encontrara o amor da sua vida. Já havia namorado garotas da sua idade e a experiência não foi tão legal. Claro, ele estava preparado para enfrentar os preconceitos tanto da sociedade, quanto da família e dos amigos. No outro dia pela manhã Dona Evelina levou o namorado para apresentar ao seu filho Estevão. Estevão não esperava aquela situação. Ficou assustado. Levantou-se da cadeira e falou:
- Namorado? Como assim, mamãe?

MINHA PARTICIPAÇÃO:
Estevão não via este namoro com bons olhos.
-Esse cara tá é de olho na fortuna da minha mãe, dizia ele para sí mesmo.
Mas eu vou colocar um ponto final nesta história, pensou.

Estevão ganhou de um amigo quatro convites vip para a inauguração de uma badalada Discoteca na Barra da Tijuca.

Telefonou para a mãe e convidou o "casal perfeito" para o Evento.
Evelina não cabia em sí de alegria. Afinal esta festa prometia...
Artistas e famosos da sociedade carioca, com certeza, estariam presentes.

Chegou, enfim a tão esperada noite...
Pontualmente, Estevão e a esposa passaram na casa da mãe.
Evelina e Ugo já esperavam ansiosos por lá.

A festa estava animada.
Evelina dançava de rosto colado com o seu grande amor.

Lá pelas tantas, Estevão pediu ao maitre uma garrafa de Moet Chandon.
Era o champagne preferido de Evelina.
Afinal precisavam comemorar o namoro da mãe em grande estilo.

Estevão, sem que ninguém percebesse, colocou um "remedinho" na bebida de
Ugo e pediu que o maitre levasse a taça até ele.
O rapaz ergueu a taça  e logo no primeiro gole, também passou mal e veio a falecer.

Mais uma vez, Evelina não se deixou abater.
Queria VIVER A VIDA  e
AMAVA NAVEGAR NA  INTERNET

Esta é a minha participação na BC do amigo Carlos
Clique AQUI para ler os outros Finais




9 comentários:

  1. Rssssssssssssssssssss...

    E pelo jeito, dentro de um tempo, outra "bomba" apareceria na vida de D.Evelina!

    Estava lá na Anne e comentei que até lá, só eu tinha sido má com a D,Evelina.

    Ainda bem, foste um pouco mais má que eu,rs

    Mataste o seu "amor"... Adorei!

    beijos,tuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. kkk Maravilha e Evelina ficou viúva mais uma vez.

    Obrigado pela participação.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Nossa!!!! Final surpreendente! Nao imaginava! Parabens Verena Cristie pela imaginação.

    ResponderExcluir
  4. Coitada ficou viúva mais uma vez, ainda bem que ela não se deixou abater! Que menino malvado esse filho da D. Evelina!
    Adorei Verena, um final surpreendente!bjs
    Amara

    ResponderExcluir
  5. Que estória de força e lutas!
    Que criatividade Verena!
    um excelente fim de semana para ti.
    abração com carinho.

    ResponderExcluir
  6. Todo mundo pensa que o coitado ia dar o Golpe rs....
    A solução foi a morte, tadinho.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. kkk...nossa Verena! Matou o cara!...rss...muito inusitado esse seu final,mas ficou legal! Gostei de ver! bjs,

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Verena, desta vez não consegui participar. Fiquei surpresa com o seu final na história. Parabéns pela criatividade! Coitado do Ugo que morreu e da Dona Evelina que ficou novamente viúva.
    Beijos com carinho
    Marilene

    ResponderExcluir
  9. Menina, simples assim, matou e boa?
    Que horror! rsrsrsrs

    É um final intrigante, mas um bom final. Coitada da Evelina!
    E eu cheguei atrasada, mas amanhã à noite postarei minha participação.
    Beijos, querida, bom fim de semana!

    ResponderExcluir

Ficamos felizes com o seu comentário
Volte Sempre!!