MEUS ANJOS ADORADOS


MEUS ANJOS ADORADOS


Amiguinhos adorados


Para Interagir Conosco, Clique Na Imagem.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Anjos - Meus Anjos Pepi e Xixo

Certo dia, quando estava muito só
Eis que Deus me mandou dois anjos,
pra ficarem aos meus pés!
Pra me consolarem quando uma nuvenzinha escura,
Queria ameaçar chover dentro de mim.
Pra me guiarem  quando  caminhava
Em caminhos tortos,
E com carinho me levarem na direção certa.
Pra estarem sempre comigo, comemorarem minhas conquistas
E me motivarem a continuar caminhando.
Ainda terem a missão de abrir meus olhos
E meus ouvidos, para ver e ouvir,
Tudo de bom que tenho a minha volta.
A esses anjos,
Deus chamou de Pepi e Xixo
E os colocou em minha vida para me mostrar
Que as coisas não são tão ruins quanto possam parecer
E que, mesmo que seja difícil
Esses anjos sempre vão dar um jeitinho
De me fazer sentir melhor
E de me mostrar que por mais triste
Que posso  estar, sempre vai ter alguém
Que me ama e faria tudo pra me ver sorrir!!!

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Anjos - Para colorir a semana

Socorro! Eu não cheeseburger!

Coloque o gato Aqui


Eu tenho rato
Amiguinhos,
Selecionamos algumas  imagens para colorir a semaninha 
Espero que gostem
Lambeijinhos e Ronrons dos amiguinhos
Pepi, Xixo, Juja e Jujuba

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Anjos - Se nada der certo, hoje...

Desejamos que tudo dê certo hoje!!!
Uma linda e colorida semana para todos
Com Carinho dos seus 
Anjos Adorados

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Anjos - Cuidado!!!

À noite, dois assaltantes resolveram entrar em uma casa de praia que estava em reforma.
Logo na entrada o primeiro ladrão notou um grande cartaz onde estava escrito:
“Cuidado! Cão corintiano e anti-social”
- Você não falou que à noite não tinha cachorro aqui. Disse o primeiro marginal.
- Eu disse! Foi o que deu para perceber durante o dia. O dono trás os cães com ele e depois ele os leva de volta para a cidade. Pode ficar tranqüilo. Não tem perigo.  Olha! Eu vou por aqui e você vai pelos fundos Ok! Disse o segundo bandido. 
- Ok! Concordou o primeiro ladrão.
Assim que eles se separaram o primeiro ladrão foi até os fundos da casa e depois de uns minutos o meliante voltou correndo mais rápido que The flash. Ele passou pelo segundo ladrão e disse:
-  Corre mano!...Corre!...Corre!
E saiu correndo mais que raio em direção a rua.
O segundo bandido, atônito, e sem saber o que fazer também começou a correr na mesma direção.
Depois, mais calmos, os dois marginais se encontraram:
- Cara! O que foi que aconteceu? Você viu alguma coisa? Era gente? Era um cachorro? Ele te mordeu?   Perguntou o segundo bandido.
- Não, não era gente não. Eu sai correndo foi por causa do cachorro. Disse o primeiro meliante.
- Cachorro! você viu o cachorro. Perguntou o segundo bandido.
- Sorte minha que eu não vi o cachorro não. Mano, eu vi foi o prato dele. Cara nós tivemos muita sorte. Só pelo tamanho do prato em que ele come deu pra ver que se ele tivesse nos encontrado nós estaríamos fritos, não ia sobrar nada para contar história. Disse aliviado o primeiro ladrão.
No dia seguinte, na casa em reforma:
- Ôxente! Ô Juca! Cê viu o que aconteceu com a caixa de massa de cimento? Ela está cheia de marca de pé de gente. Será que entrou ladrão aqui? Perguntou um dos operários.
Edilson Rodrigues Silva